terça-feira, 25 de março de 2008

Enforcado por corda cor de prata pálida,
eu poderia ficar daquele jeito para sempre.
Sangue ruim e fantasmas amarrados ao meu redor
Nada podia me tocar
Eu perdi o que eu mais amava

Você sabia que eu estava perdido até você me encontrar?
Um golpe de sorte, ou um presente de deus?
A mão do destino ou a garra do diabo?
Demonios em baixo ou santos em cima?
Você vem pra mim,
lá vem o frio outra vez..
eu sinto voçe se aproximando

Está caindo ao meu redor, caindo como a noite escura a ilumimar os pensamentos mais obscuros...

5 comentários:

Himmler, Yargo disse...

pelo menos vc não tem o sangue ruim kra...pelo menos isso

muito bonito o texto kra...
ta empolgado, heim!?
euHUHeu

Clementine disse...

maaaaaaaaassa!
adorei!



vc tá fodido.
gente fodida escreve bem.

maaaaaassa!!!

beijo monstro

Vivi Floripi disse...

q lindo texto.
q lindas dúvidas.

adoro passar por aqui.
queima meus neurônios.
bjo rapá

Sandrinha disse...

Nossa... me lembrou a música Haemoglobin, do Placebo...

Sunshine disse...

lindo texto!
acho q tow meio assim enforcada..
=|**